FicaOnline

Entre em contato conosco e tire todas suas dúvidas!

Saiba quais são os principais erros que fazem o contribuinte cair na malha fina

Publicado em 25 de março de 2019

Nós sabemos o quão burocrático e complicado é lidar com o Imposto de Renda, no entanto, ter em mente quais são os erros que você não deve cometer na sua declaração é essencial.

Essa questão ficou ainda mais séria esse ano, já que agora a Receita Federal está com mais dados em mão, o que torna você mais vulnerável ao leão. É por isso que selecionamos algumas situações que costumam levar o contribuinte e cair na malha fina:

 

 

  • Não declarar todas as suas fontes de renda

 

Se você evoluir o seu patrimônio em relação ao ano anterior é preciso deixar clara a origem desse dinheiro. Isso porque, neste ano, o cruzamento de dados da Receita está mais rígido e manter dinheiro frio pode ser perigoso.

Lembre-se de coincidir seus dados do cartão de crédito, do saldo bancário, venda de bens e imóveis, ganho de aluguel, doações em dinheiro e a venda de ações com a sua declaração. Essa são situações que acabam levando a malha fina com facilidade.

 

  • Tentar descontar despesas não dedutíveis

É comum que o contribuinte se confunda com as despesas do Imposto de Renda que são e não são passíveis de dedução. Isso acontece com gastos com educação, já que cursos de idiomas, pré-vestibular e material escolar não podem ser descontados do IR.

Nessa lista, ainda há muita confusão com as despesas médicas e alguns contribuintes tentam deduzir despesas com cirurgia estética, plano de saúde pago pela empresa, gastos com remédio, enfermeiros, cuidadores e massagistas. O mesmo acontece com a mensalidade da academia, pilates e natação. Todas essas despesas não são deduzidas pela receita.

 

  • Esquecer de declarar a pensão alimentícia

Muitos contribuintes correm o risco de cair na malha fina porque esquecem ou ignoram a necessidade de declarar as pensões que pagam ou recebem.

Quem paga a pensão alimentícia acordada judicialmente pode deduzir 100% do valor da sua renda tributável do IR. No caso contrário – para quem recebe a pensão – ela deve ser acrescentada à renda do contribuinte como um salário, mesmo se a pensão for paga aos seus dependentes.

 

  • Erros com dependentes

Há dois erros possíveis: incluir dependentes que não existem ou não informar o rendimento do dependente com renda própria. No segundo caso, é comum não fechar as contas quando não é informado o rendimento do filho que faz estágio ou da aposentadoria do pai, por exemplo.

 

  • Falta de comprovantes

É muito comum que o contribuinte queira correr atrás dos comprovantes e notas fiscais em cima do prazo da entrega do IR. Se o contador não for qualificado, corre o risco de o contribuinte não comprovar os seus gastos e cair na malha fina.

Para evitar esse estresse, faça uma caixa com seus documentos recebidos durante o ano e contrate um contador qualificado para ajudar você a acertar suas contas com o leão.

 

Lembrando que neste ano, a declaração deverá ser enviada à Receita até dia 30 de abril.

 

Ainda ficou alguma dúvida?

Entre em contato com a nossa equipe, será um prazer ajudar você!

Novidades do Blog Mantenha-se informado com todas as nossas novidades.

Acesse nosso blog

Sobre o FicaOnline

Em tempos de transformação digital, a FicaOnline surge como uma nova versão da Ficagna Contabilidade.

Atuando há mais de meio século no mercado, a Ficagna Contabilidade já iniciou a história de mais de 1000 empreendedores no Paraná, agora, a FicaOnline surge com um novo propósito: oferecer uma contabilidade mais prática, econômica, sustentável e digital a todo Brasil.

Endereço
Largo São Vicente Paulo, n° 1156 - 1º andar - Toledo / PR - Cep 85900-215

Fone (45) 2103-8000 / (45) 9960-0707

WhatsApp 4599600707

E-mail ficagna@ficagna.com.br

Redes Sociais

Conheça e siga nossos canais. Interaja, fale conosco pelos nossos perfis e saiba de todas as novidades.

COPYRIGHT © 2018 | Todos os direitos reservados - Sitecontabil